Titulares de Cursos de Ensino Profissional, Dupla Certificação de Nível Secundário e Cursos Artísticos Especializados



Enquadramento legal
Através do Decreto-Lei n.º 11/2020, de 2 de abril, foram criados os concursos especiais de ingresso no ensino superior para os estudantes que tenham concluído o nível secundário de educação por vias profissionalizantes ou em cursos artísticos especializados.

Destinatários
Os candidatos deverão ser Titulares de Cursos de Ensino Profissional, Dupla Certificação de Nível Secundário e Cursos Artísticos Especializados que se insiram nas áreas de educação e formação (CNAEF), conferentes do nível 4 de qualificação do Quadro Nacional de Qualificações com correspondência à Licenciatura em Educação Básica:

Código
Área de Educação e Formação CNAEF
761
Serviços de Apoio a Crianças e Jovens
762
Trabalho Social e Orientação


Provas de avaliação dos conhecimentos
Os candidatos deverão realizar, nesta instituição (ESEJD), provas teóricas ou práticas de avaliação de conhecimentos e competências consideradas indispensáveis ao ingresso e progressão na Licenciatura em Educação Básica. O candidato deverá realizar uma Prova Escrita de Português (Matriz de referenciais de conhecimentos, competências linguísticas e de produção escrita aprovados pelo Conselho Técnico-Científico da ESEJD) e uma Prova Oral, com o objetivo de conhecer o perfil do estudante, as suas experiências pessoais e motivações para frequentar o curso e avaliar o domínio do código oral (vocabulário, fluência, comunicação e argumentação).

Documentos para formalização de candidatura
- Requerimento de candidatura a fornecer pela Secretaria da Escola;
- Apresentação de documento de identificação e do Número de Identificação Fiscal;
- Diploma/certificado final de conclusão do curso de habilitação e documento comprovativo da classificação da prova final (aptidão ou avaliação) do curso do realizado pelo candidato.

Cálculo da candidatura
1. A avaliação da candidatura à Licenciatura em Educação Básica engloba a ponderação específica dos seguintes elementos de avaliação:
- Ponderação de 50% para a classificação final do curso realizado pelo estudante;
- Ponderação de 20% para a classificação obtida nas provas de avaliação/aptidão;
- Ponderação de 30% nas classificações obtidas na Prova Escrita de Português e na Prova Oral, realizadas na ESEJD, para avaliação de conhecimentos e competências consideradas indispensáveis ao ingresso e progressão neste ciclo de estudos.

2. O acesso e ingresso ao abrigo deste concurso especial depende da obtenção pelo candidato de classificações iguais ou superiores a 95 pontos, na escala de 0 a 200 pontos, em cada um dos elementos de avaliação referidos no número anterior.

3. As listas de colocação serão tornadas públicas e com os resultados expressos da seguinte forma:
a) Colocado;
b) Não colocado;
c) Excluído da candidatura.

Prazo de candidatura
Candidaturas para a 1.ª fase: até 29 de julho de2020
Candidaturas para a 2.ª fase: de 03 de agosto de 2020 a 30 de setembro de 2020

Datas das provas internas:
1.ª fase: 30 de julho de 2020
2.ª fase: 01 de outubro de 2020
Resultado final das provas e da candidatura:
1.ª fase: 4 de agosto de 2020
2.ª fase: 06 de outubro de 2020
Matrículas:
1.ª fase: 4 a 14 de agosto de 2020
2.ª fase: 6 a 16 de outubro de 2020

Valor devido para a inscrição nas provas e candidatura — Ano letivo de 2020/2021
O valor a pagar por todo o processo de candidatura, que inclui já a inscrição na prova escrita de português e na prova oral, é de 135,00 €.

Validade da candidatura
A candidatura e os resultados dos concursos especiais regulados pelo presente regulamento são válidos apenas para a matrícula e inscrição no ano letivo a que respeitam.