Mestrados Profissionalizantes

Mestrados Profissionalizantes
Acreditados pela A3ES — Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior

Os cursos de mestrados profissionalizantes foram criados pelo Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 79/14, de 14 de maio, que regula a habilitação obrigatória para a docência em Educação Pré-Escolar, 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico.

Vantagens de frequentar um Mestrado Profissionalizante na ESE João de Deus:
  • Desde 1882 ao serviço da educação, cultura e assistência;
  • Usufruir de uma equipa de docentes que te prepara, ao longo do curso, para o teu sucesso profissional, além de docentes específicos, altamente especializados na orientação do Estágio Profissional;
  • Dispor de docentes tutores para apoio na construção de um projeto pessoal de aprendizagem, de estudos e de investigação;
  • Realização dos Estágios protocolados em diversas instituições de referência;
  • Ambiente académico reconhecido pela boa integração e acolhimento aos estudantes;
  • Os diplomados com mestrado profissionalizante da ESE João de Deus ficam habilitados a exercer funções de educador de infância, professor do 1.º ou do 2.º Ciclos do Ensino Básico, em qualquer escola em Portugal, ingressando numa carreira profissional, de acordo com a sua opção de mestrado;
  • Elevada taxa de empregabilidade (≈100%);
  • Possibilidade variadas de exercer a carreira docente: ou num dos nossos 55 Centros Educativos João de Deus (Jardins-Escolas, Centros Infantis, CAT — Casa de Acolhimento Temporário e Ludotecas, no continente e nas Regiões Autónomas da Madeira e Açores) ou noutros estabelecimentos escolares, por vezes mesmo nas entidades onde se realizaram os estágios profissionais.
Destinatários
- Titulares de Licenciatura em Educação Básica;
- Estudantes que pretendam fazer a Mudança de Par Instituição/Curso (de Mestrado Profissionalizante);
- Titulares de outros Mestrados Profissionalizantes.

Condições específicas de Ingresso
Detentores de Licenciatura em Educação Básica, nos termos do n.º 1 do Art.º 17.º do Decreto-Lei n.º 79/2014, de 14 de maio, os candidatos devem ter aprovação na prova de conhecimentos de Língua Portuguesa, a realizar após a inscrição, composta por uma prova de avaliação oral e uma prova escrita.

Bolsas de Estudo
Os estudantes matriculados nos mestrados profissionalizantes podem candidatar-se a bolsa de estudo da Direção Geral do Ensino Superior. Clique aqui para mais informações.